terça-feira, 27 de agosto de 2013

Epidemia de mortes na construção civil

Uma epidemia ... sim, epidemia.

Daquelas que acontecem em qualquer lugar, sabe...

Negligência? Imprudência? Falta de fiscalização? Ambição? Trabalho escravo?

Não sei!

As pessoas saem pra ganhar o pão de cada dia e não voltam mais. O coração sem batimentos vira agora mais um número nas estatísticas e mais uma manchete sensacionalista nos noticiários.

Familiares são submetidos a perguntas idiotas de uma mídia que não respeita dor, nem sofrimento.

A pergunta é: até quando, no Brasil, vamos resgatar corpos de trabalhadores da construção civil? Até quando?

27 de agosto e mais algumas vidas foram ceifadas... mas, já já a gente esquece, não é?

Nenhum comentário:

Postar um comentário