quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Se o Maias não acertarem...



Maria Eugenia Firmino Brunello


Bem leitores, se os Maias não acertarem vocês lerão esta simples crônica em janeiro...
Como num filme “rebobinado” (quem tem mais de 25 anos vai entender), mais um ano se inicia. Vai–se embora o tão “temido” 2012 entrando em cena outro ano com o último dígito trocado.
Para a maioria, o elenco é o mesmo, o enredo é o mesmo, o diretor o mesmo... tudo igual!
Para alguns, o gênero muda.
Tem os que não querem mais drama, preferem a comédia.
Tem os que querem mais ação e aventura, mas sem polícia no meio.
Tem os que querem mais romantismo com uma pitada de erotismo.
Todos querem mais animação, sem terror e nem tragédias...
Todos querem ser protagonistas, mas o bom protagonista sabe dar espaço aos coadjuvantes.
Todos querem menos vilões, menos tiranos e mais mocinhos/mocinhas, porém menos frágeis e mais decididos.
Apostamos todas as nossas fichas neste “longa” desejando que seja campeão de bilheteria.
Mudaremos o “script” de tudo, no entanto, para melhor... quem sabe não colocar uma pitada de “ficção científica” no roteiro? Dar-nos “super-poderes”, poder voar, poder sumir e reaparecer em alguns momentos da história... quem sabe?
Lançamento agendado, roteiro planejado mas ainda não executado ... é o temos para 2013!
No final, faremos um “documentário” a respeito das ações bem sucedidas.
Se os Maias não acertarem... Feliz 2013!
Aguardaremos o making-of!

Nenhum comentário:

Postar um comentário